Sergipe Turismo

Neópolis Sergipe

Neópolis Sergipe fica no baixo São Francisco, onde o rio se aproxima do mar, distante 121 km de Aracaju, a população neopolitana é estimada em 29 mil pessoas.

Neópolis Sergipe e o Rio São Francisco possuem uma linda história, uma relação orgânica, como mãe e filha. Essa é apenas uma de muitas outras histórias que a cidade sergipana do frevo tem para contar.

Neopolis Sergipe

Com vista do Rio, a cidade de Neópolis Sergipe, se revela charmosa, com suas casas e prédios escalando o morro em que se formou o seu núcleo urbano, o lugar teve origem no século 17 com nome de Santo António de Vila Nova, passou a ser Vila Nova Del Rey em 1733, virou Vila Nova do São Francisco em 1835 e ganhou o nome atual em 1940.

O ponto de partida para o crescimento e desenvolvimento do município é a fábrica Peixoto Gonçalves, a única empresa na região, é ela quem mantém a sustentabilidade de Neópolis Sergipe, há mais de 100 anos a empresa fabrica tecidos e chega enviar mensalmente para todo o país mais de 700 mil metros do produto.

É o que gera emprego e renda para a região, como a única grande empregadora da cidade, gerando 360 empregos diretos e muitos indiretos.

É ela quem mantém girando economia local gerando emprego e renda para os municípios da região,  já que 90% dos empregados são moradores do município. Cerca de 260 famílias compostas por trabalhadores moram em uma Vila Operária, que foi construída pela própria empresa onde educação, saúde e lazer não faltam.

Neópolis Sergipe está ligada à Penedo em Alagoas pelas águas do Velho Chico, os barcos fazem a travessia de um lado ao outro, eles transportam pessoas diariamente que ficam encantadas com suas belezas.

Não são apenas os barqueiros que utilizam da travessia, os comerciantes da região também, o sol forte e as filas para encarar a pequena viagem sempre rendem uma renda a mais no final do mês para os ambulantes que não deixam faltar água de coco, água mineral, refrigerantes, sucos e pequenos lanches.

Entre tantas Idas e Vindas, as balsas viraram tradição, são utilizadas por passageiros que querem economizar e ainda por cima apreciar as belezas que só o Velho Chico pode oferecer.

O Velho Chico serve de inspiração para muita gente e não é de agora que Deolando Vieira, artista plátisco, é a prova disso, com 13 anos andando às margens do rio São Francisco ele já criou mais de 150 esculturas. Em Neópolis Sergipe, elas estão na entrada da cidade (a imagem de Santo Antônio), na Praça da Matriz (a jovem segurando um cesto de frutas, em homenagem a platô de Neópolis) entre outras.

A casa do artista é de encher os olhos dos amantes da arte, tudo tem forma e representatividade, desde a entrada passando pela escada, até chegar ao ateliê desse neopolitano que expressa em traços, formas e cores o dom artístico. Obras que não ficaram só na cidade, mas que são conhecidas mundialmente.

Andando mais um pouquinho nesse município abençoado pelas águas do rio São Francisco encontramos o comércio de artesanato.

Para conhecer melhor o artesanato de Neópolis Sergipe uma Parada Obrigatória é no povoado Passagem na “Associação das Formiguinhas”  nome dado pelo trabalho em conjunto, todo mundo unido. Todo o trabalho está descrito em um livro de artesanato do SEBRAE, esse livro está no top 100, ele ficou entre os 100 melhores artesanatos do país.

Outra beleza de Neópolis Sergipe é o ponto mais alto de Neópolis, o Morro do Esquiriguindim, com uma escadaria com 100 degrais para levar ao topo, onde está a imagem do Padre Cícero, o santo milagreiro do Nordeste. Subir um morro requer disposição e muita fé.

A Igreja de Nossa Senhora do Rosário tem uma história curiosa, era um forte construído por Maurício de Nassau na época em que Neópolis Sergipe viveu sobre o domínio Holandês.

Com a tomada da Cidade pelos portugueses, o forte que serviu de quartel-general para Maurício de Nassau e foi transformado na Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Na praça Monsenhor José Moreno de Santana também fica a Igreja Matriz de Santo Antônio que foi erguida bem em frente a Igreja Nossa Senhora do Rosário.

A orla de Neópolis é o local frequentado por moradores em momento de lazer às margens do rio São Francisco, ver o tempo passar contemplando a belíssima paisagem do Velho Chico é algo, realmente difcícil de se esquecer.

Carnaval em Neópolis Sergipe

Neópolis é a capital sergipana do Frevo, a cidade tem a maior festa carnavalesca do interior do estado, uma multidão ocupa as ruas, a alergria contagia a cidade que recebe gente de todos os cantos de Sergipe durante a folia de momo.

Carnaval de Neópolis Sergipe

Os blocos e bandas de frevo fazem a festa dos foliões na rua nova, principal ponto do carnaval do município.

Falar do carnaval de Neópolis é falar do Zé Pereira, o mais tradicional bloco carnavalesco que atrai uma multidão de foliões pelas ruas da cidade.

O frevo é muito presente na vida dos moradores de Neópolis, a dança faz parte da educação das crianças da região, como forma de preservar a cultura do frevo e do samba de coco na cidade, além de outras manifestações culturais como a capoeira.

Informações sobre Neópolis Sergipe

Prefeitura Municipal de Neópolis
Enedereço: Pça. Monsenhor José Moreno de Sant’Ana, 106. 49980-000
Telefone: (79) 3344-2914

Um comentário sobre “Neópolis Sergipe

  1. Elian Cruz Santos

    Aracaju-Se

    A cidade de Neópolis – SE

    Tenho o prazer de dirigir-me a V. S, em nome do Conselho Estadual de Assistência Social – CEAS, para agradecer o convite para palestrar na VII Conferencia Municipal de Assistência Social. Apresentamos votos de pleno êxito nos eixos apresentados dando ênfase a Garantia de Direitos no Fortalecimento do SUAS.
    Foi satisfatória retornar a minha terra natal e poder interagir com conterrâneos/as e juntos trilharmos caminhos em busca de propostas para garantia de direitos e empoderamento dos Usuários o fortalecimento das Políticas da Assistência.
    Aproveitamos o ensejo para agradecer a cidade de Neópolis em nome Maria Cândida França – Secretaria Municipal de Assistência Social, as Técnicas e Conselheiros/as, por toda acolhida e atenção.

    Atenciosamente.

    Elian Cruz – Conselheira do CEAS_SE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *