Escolha uma Página

Ilha de São Pedro Sergipe

Vocês conhecem Ilha de São Pedro Sergipe? Esperamos trazer o máximo de informações possíveis sobre Ilha de São Pedro Sergipe para você, nosso querido leitor.

Ilha de São Pedro Sergipe

O povo Xokó mora nas aldeias da Ilha de São Pedro e Caiçara, localizadas no município de Porto da Folha, Sergipe. A maioria da comunidade habita a ilha de São Pedro.

Ilha de São Pedro Sergipe

Ilha de São Pedro Sergipe (Foto: Infonet

No século XVI, os jesuítas já identificaram a existência de índios na ilha de São Pedro.

Por volta de 1758, a capela de São Pedro foi construída pelos capuchinhos, que também construíram um hospício.

No século XVII, os índios da Missão de São Pedro obtiveram o domínio reconhecido sobre suas terras, o que seria doado por Pedro Gomes, fundador do Porto da Folha morgado.

A tentativa de tornar a doação de terras ineficaz começa em 1745 e só termina em 1979. Em meados de 1979, os Xokó, em um processo de reconquista de suas terras, retomaram a ilha de São Pedro e instalaram sua aldeia lá.

Desde que começaram a lutar para recuperar suas terras, os índios sempre reivindicaram Caiçara, uma terra localizada às margens do São Francisco, no estado de Sergipe.

Finalmente, em meados dos anos 90, a Funai ratificou Caiçara, anexando a ilha de São Pedro, constituindo assim a terra indígena do grupo étnico Xokó. (Blog da Funai Alagoas)

Informações sobre Ilha de São Pedro Sergipe

A população de Xokó hoje totaliza cerca de 400 pessoas, representadas pelo chefe, responsável pela condução dos assuntos materiais, administrativos e sociais da comunidade e pelo Pajé, que conduz os rituais sagrados.

Ao longo dos séculos de contato, os Xokó se viram despojados de seu território e discriminados por sua cultura, o que gerou grandes perdas.

O ritual ouricuro, como o vivido por outros grupos étnicos, quase desapareceu e agora está se revitalizando.

A prática de Toré, uma dança ritual incorporada na prática de Ouricurí, que além de sua ritualidade representa o aspecto social e lúdico caracterizado por seus trajes típicos e pintura corporal específica para cada grupo étnico, conseguiu ser preservada e praticada. com alguma frequência.

Além das tradições indígenas, a comunidade incorporou a folia afro, principalmente o samba de coco, devido à convivência com os negros escravizados, com os quais eles também se relacionavam e miscigenavam. (Blog da Funai Alagoas)

Outras Fontes

O Portal Sergipe Turismo fica a inteira disposição para você que queira contribuir com esse conteúdo sobre Ilha de São Pedro Sergipe, para isso bastar etrar em contato através do e-mail contato@sergipeturismo.com.