Sergipe Turismo

Futebol Sergipano

Assim como predomina no Brasil, o futebol sergipano é o esporte mais popular da região. O futebol sergipano é atualmente gerenciado pela Federação Sergipana de Futebol e sua competição de maior expressão é o Campeonato Sergipano de Futebol.

Futebol Sergipano

Os clubes sergipanos de maior referência (por reconhecimento nacional e local levando em conta histórico de jogos de âmbito nacional, tamanho de torcida, e números de títulos ganhos no Campeonato local) são o Club Sportivo Sergipe (Sergipe) e a Associação Desportiva Confiança (Confiança) e ambos os clubes são da capital sergipana, Aracaju.

Como acontece com frequência no território do litoral brasileiro, os clubes que iniciaram as atividades referente ao futebol sergipano, começaram suas atividades voltadas a esportes náuticos. Os primeiros clubes foram o Cotinguiba Esporte Clube e o próprio Club Sportivo Sergipe.

Relação Futebol Sergipano x CBF

A importância do futebol sergipano (território pequeno incrustado na discriminada região nordeste) nunca foi levada em consideração, há mais de um século – desde quando conseguimos nos separar territorialmente da Bahia. O poderio político do vizinho Estado resultou numa perda territorial enorme, diminuindo em quase um terço a área original de Sergipe, reduzindo-o ao menor Estado da Federação.

No futebol, o Estado de Sergipe exerce pouca (ou quase nenhuma) influência nas decisões da CBF (antiga CBD). Quando, em 1918, foi criada a primeira entidade dirigente do futebol sergipano ( a Liga Desportiva Sergipana) seus fundadores não se preocuparam em filiar a liga à CBD.

E assim permaneceu até 1926, quando então Alfredo Rollemberg, dirigente da Associação Atlética de Sergipe, tomou a iniciativa de fundar uma nova Liga Sozinho (somente a Atlética e uns clubes fantasmas de usinas de açúcar do interior do Estado) conseguir filiar a LSEA (Liga Sergipana de Esportes Atléticos à Entidade máxima).

Usando seu prestígio junto ao senador sergipano Gilberto Amado, a CBD aceitou a nova Liga sem , ao menos observar que, realmente, só existia um clube a ela filiada.